Love, Simon ★★★★½

sei que é um filme unidimensional e abrange a perspectiva do gay branco privilegiado, mas não tem como ignorar a importância de um filme assim ter sido feito e vendido da maneira que foi. tudo é muito romantizado e higienizado, mas eu literalmente quase CHOREI ok fodasse e o mistério na trama sobre quem é o autor das mensagens conversa com a saída do armário do Simon e até que dá certo. o modo como “ser gay” e a sua urgência e gravidade na cabeça do Simon carrega o filme pode levar muitos que assistem a acharem exagerado, mas quem é gay encubado literalmente rearranja a vida em volta desse segredo que apodrece qualquer um por dentro.  TUDO É CRIVEL e se um gay não-assumido assistir isso e se identificar, ou melhor, se sentir reconfortado então é o que importa, e acredito que o filme tem esse potencial.