Adolfo Molina

Tentativa barata e mal sucedida de jornalismo e crítica de cinema.

Favorite films

  • Stalker
  • Apocalypse Now
  • Breathless
  • Twenty Years Later

Recent activity

All
  • Happy Together

    ★★★★

  • The Worst Person in the World

    ★★★★½

  • X

    ★★★★

  • Drive My Car

    ★★★★★

Recent reviews

More
  • Happy Together

    Happy Together

    ★★★★

    Homem - Lupe de Lupe e Corpo de Baile ao vivo.

  • The Worst Person in the World

    The Worst Person in the World

    ★★★★½

    Curiosa a forma como pensamos uma história sendo contada em diferentes mídias. Quando assistimos a um filme com uma estrutura em sua montagem definida por capítulos, já logo associamos a uma série de marcações que ajudam a enxergar a linha do tempo. Porém, a vida de Julie (Renate Reinsve) tem um fluxo tão pessoal e singular, que A Pior Pessoa do Mundo também desmonta o que parece ser linear. Os saltos temporais entre seus relacionamentos, as reflexões sobre escolhas tidas…

Popular reviews

More
  • Nomadland

    Nomadland

    ★★★½

    Eu juro que toda vez que as mesmas melodias de piano entravam, eu era jogado para fora do poder de reflexão do filme. Como se a montagem, com a mescla das paisagens áridas do cinema diligente e a ocupação de Frances McDormand nestas, não conseguisse exercer a função narrativa.

    Nomadland dialoga com os terrenos que são apresentados em cena. Uma pequena cidade do interior colapsada economicamente pós crise de 2008 aniquila uma comunidade e sua identidade de casa; Fern, envolvida…

  • Buried In The Backyard

    Buried In The Backyard

    ★★★★½

    Bicho, Michael Mann trouxe pro digital as melhores formas de apresentar a tensão, a violência estática e o controle da imagem como manifestação de poder de suas personagens; tudo isso está em 14 minutos de Plano e Contraplano em eixo giratório pra afirmar a relação de poder pela arma; as cores berrantes no cru tratamento de imagens, os zooms manuais em câmeras de mão.

    O sintético e a trilha do desenvolvimento, da busca incessante que não parece haver fim, nenhum estímulo de paz. Jesus no letreiro verde neon rasgando o breu do céu noturno, só anuncia que a paz está em poucos.