RSS feed for Alex

Favorite films

Recent activity

All

Recent reviews

More
  • The New Kid

    The New Kid

    ★★★

    O resultado é carregado de afetuosidade por esses personagens e soa até mesmo diferente do habitual porque Rosenberg compreende a diversidade de origens e personalidades presentes em jovens em progresso geralmente subestimados pelos adultos. Ainda assim, o toque especial vem a ser justamente o respeito de uma tradição sempre defendida na ficção: a de que não há nada melhor do que se reconhecer no grupo dos losers, que se perceberá em sua união inabalável como os mais descolados e maduros.

    + goo.gl/2BZL4S

  • Gostosas, Lindas e Sexies

    Gostosas, Lindas e Sexies

    Ainda que o cartaz de “Gostosas, Lindas & Sexies” pareça uma cópia descarada de “Sex and the City”, é certo que essa comédia de Ernani Nunes deve exercer uma função social, sendo a primeira a trazer um quarteto de amigas plus size. Mas vale um adendo para as mulheres que questionam os padrões dos manequins: aqui, o combate de um preconceito acaba alimentando vários outros.

    + goo.gl/XQ5qoz
    + Entrevista com Carolinie Figueiredo & Cacau Protásio (youtu.be/AzASbKXqxg8) e Lyv Ziese & Mariana Xavier (youtu.be/ikfFAr4Jrg8)

Popular reviews

More
  • Aquarius

    Aquarius

    ★★★★

    Além da contribuição inestimável de Sonia Braga, Clara expõe outras dimensões quando problematizada pelo texto, tendo em seu encalço uma figura de grande influência tentando persuadi-la ao mesmo tempo em que os abismos sociais são deflagrados em uma Recife com territórios literalmente demarcados. Trata-se do investimento em um discurso que dá ao todo um excesso que poderia ser eliminado, mas que não nos faz desviar do principal atrativo de “Aquarius”: os valores de gerações que se atraem ou se repelem a partir da defesa de seus interesses particulares.

    + cineresenhas.com.br/2016/08/30/resenha-critica-aquarius-2016/

  • Ghost in the Shell

    Ghost in the Shell

    ★★★

    O deslumbre visual, por vezes comprometido por um excesso de profundidade de campo que borra a bela cenografia digital, não reduz o fator humano tão importante em premissas como a de “A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell”. Mesmo polêmica, a escalação de Scarlett Johansson não traz prejuízos para um elenco essencialmente globalizado (com destaque para a francesa Juliette Binoche e a romena Anamaria Marinca em um papel que merecia ser mais amplo), correspondendo dramaticamente ao peso de se viver em um contexto no qual até mesmo a nossa consciência é ofertada e manipulada.

    + goo.gl/XuM0hU