Favorite films

  • My Own Private Idaho
  • I Told Sunset About You
  • Notorious
  • A Clockwork Orange

Recent activity

All
  • Spencer

    ★★★½

  • Last Night in Soho

    ★★★

  • Candyman

    ★★★½

  • Vampire Academy

    ★★

Recent reviews

More
  • Spencer

    Spencer

    ★★★½

    A sutileza do filme é o ponto alto, tudo é feito tão delicadamente mesmo os assuntos mais pesados. Isso devido a direção, que é perspicaz trazendo uma versão da icônica princesa Diana da qual nunca vimos.
    Esse é aquele tipo de fime que chamados de filme de premiação; focados em atuação, efeitos técnicos, figurino, e eu reconheço os seus acertos. Entretanto não é um filme pra mim, não sou fã da família real, não os acompanho, então talvez tenha surgido daí o meu desinteresse. Achei um filme ok em tudo que se propôs a fazer, mas não me apaixonei pela trama.

  • Last Night in Soho

    Last Night in Soho

    ★★★

    Um pouco pretensioso eu diria. O mistério é interessante com uma premissa envolvente, mesmo que de primeira eu tenha lembrado de Midnight in Paris. Entretanto em certas partes o filme parece não saber aonde ir, com algumas pontas soltas. O plot twist é previsível, com um final de filme b de terror. É divertido, mas nem de longe um filme impecável.

Popular reviews

More
  • The Father

    The Father

    ★★★★★

    This review may contain spoilers. I can handle the truth.

    Muitas emoções para só um filme. The father é delicado e é isso o que mais me fez gostar dele. É delicado pelo jeito como trata o assunto, como faz com que a gente compreenda o que se passa na cabeça de um homem afetado pela idade. Não vou mentir, Anthony Hopkins me deixou em prantos pela sua maravilhosa atuação, a cena final dele me fez chamar pela minha mãe como se fosse eu que tivesse sofrendo de Alzheimer. É mais triste ainda quando você percebe que ele esteve na instituição para idosos desde o começo do filme.

  • Sound of Metal

    Sound of Metal

    ★★★★

    Um filme muito simples em relação a se parecer com a simplicidade da vida real. Tudo é muito real, as atuações, as situações... Poucas obras me fizeram sentir como se estivesse apenas assistido uma conversa na rua de tão natural e fluido, e aqui eu senti isso. As atuações são tão no ponto e vão tão facilmente que as vezes eu me esquecia que era um filme.