Yojimbo

Yojimbo ★★★★½

I'll get paid for killing, and this town is full of people who deserve to die.

Is this the coolest film ever made?

It might play a bit too much with the comedy of corruption thing, almost a soap operaish delight of mischief (the soundtrack has even more fun with the concept than the movie itself), but whenever Kurosawa's shot movement meets the narrative's, it's an absolute blast.

The final third is among the best things I've seen from action films, his staging is purposefully exaggerated, myth-building the entire film, but imaging becomes a path to iconography, from a hand reaching a sword and, a few scenes later, support to get up.

It is an entire character arc in no more than four sequences and thirty minutes. Sanjuro's farce is uncovered, he's beaten up, he recovers and practices, he beats everyone. While the anticipation made me expect a longer fight, it was just such a powerful rush of blood that I didn't mind.

And as the saying goes: cool guys don't look at explosions, they explode things and walk away. And he did that without exploding.

So fucking cool man.

//

Vou ser pago pra matar, e essa cidade tem muita gente que merece morrer.

O filme mais cool já feito?

Kurosawa até brinca um pouco mais do que eu gostaria nessa comédia de corrupção, quase um prazer novelesco de enganações (a trilha se diverte tanto ou mais com isso que o próprio filme), mas sempre que as cenas cheias do movimento típico dele se aliam ao movimento da narrativa, a coisa fica maravilhosa.

O terceiro ato tá entre as melhores coisas que vi em filmes de ação, a encenação propositalmente exagerada, construindo mitos o filme todo, mas a imagem então se torna um meio pra iconografia, de uma mão buscando uma espada pra, algumas cenas depois, um apoio.

É um arco de personagem inteiro em não mais de quatro sequencias e trinta minutos. A farsa do Sanjuro é descoberta, quebram ele, ele se recupera, treina e quebra todo mundo. A antecipação até sugere um festim de sangue maior, mas a cena é tão visceral que nem me importei.

E como diz o ditado: caras legais não olham pra explosões, eles explodem e saem caminhando. E ele faz isso sem explodir nada.

Marco liked these reviews