Us

Us ★★★★

“Portanto, assim diz o senhor: Eis que trarei mal sobre eles, de que não poderão escapar; e clamarão a mim, mas eu não os ouvirei” Jeremías 11:11 

“‘Us’ is a horror movie.”, tweetou Jordan Peele no dia 17/03/19. E ele não estava mentindo. O primeiro e o segundo ato nos mostram muito bem isso, o filme começa a construir toda tensão desde o início da narrativa, apresentando elementos importantes para o seu fechamento que podem não ser percebidos por olhares desatentos. Cada ação feita pelos primeiros três personagens a aparecer no filme é capaz de justificar questionamentos que podem surgir ao final indagando a habilidade de Jordan contar histórias. 

A construção dos personagens da família principal é muito boa, ainda que diversas críticas tenham sido feitas a personalidade do “pai”, alegando que seu humor é forçado e não se encaixa na narrativa. Eu discordo. Como disse logo ao início Jordan nos contou que Us é um filme de terror, e por isso, ele não hesitou em trazer a sua narrativa alguns clichês do gênero. O pai é o alívio cômico que quase todo filme de terror possui, mas não é o único clichê que Jordan nos trás. Algumas atitudes um tanto quanto estúpidas e incoerentes são feitas por alguns personagens em prol de algum andamento para a narrativa, como por exemplo, a “mãe” esquecer a chave do carro dentro da casa sendo que seu único intuito ao sair da casa era entrar dentro do carro. Mas ela precisava voltar lá, pegar a chave e tomar uma atitude que nos deixa ainda mais próximos de decifrar o “plot twist” um tanto quanto previsível que o filme nos apresentou. 

Há uma excelente escolha de elenco, onde todos estão muito bem em seus papéis, no entanto, não posso deixar de destacar a atuação brilhante de Lupita. É evidente a forma como Jordan aprimorou os aspectos técnicos de sua direção, o terceiro ato mostra bem isso, ele tem ótimas cenas, ainda que as vezes pareça que o filme perdeu um pouco o “fôlego”. Mas acredite eu não vejo nada disso como algo extremamente negativo, como podem ver pela minha nota, eu realmente gostei do filme. Ele não conta uma história tão criativa e incrível como a do último trabalho de Jordan, mas nos conta uma boa história de horror, com uma mensagem bastante significativa. 

Us nos mostra que o que é justo não é justo para todo mundo, e que em alguns cenários não existem vilões e mocinhos, apenas pessoas lutando pelo que querem.