Favorite films

  • Once Upon a Time in America
  • Twin Peaks: The Return
  • The Texas Chain Saw Massacre
  • Rio, Zona Norte

Recent activity

All
  • The Desperate Hour

    ½

  • Executive Order

    ★★★½

  • Drive

    ★★★★½

  • The Unbearable Weight of Massive Talent

    ★★★½

Recent reviews

More
  • Drive

    Drive

    ★★★★½

    Drive é um dos poucos filmes de ação que consegue transformar um conceito clássico do gênero num elemento metaforicamente vivo dentro da própria trama. Aqui, o contexto violento anda de mãos dadas com o comportamento social do personagem de Ryan Gosling. Que, mesmo silencioso e recluso, apropria-se de um fator demonstrativo pra expressar-se no dia a dia. Seja em sua paixão dolorosa pela vizinha comprometida, ao cuidar de seu filho e oferece-la caronas, ou em suas consequências conflituosas, quando entra…

  • Fallen Angels

    Fallen Angels

    ★★★★★

    Brilhantemente dirigido, Fallen Angels fascina ao representar o amor sob a ótica da violência e transformar esse fator num conectivo belíssimo entre duas histórias deprimentes, subvertendo-se estruturalmente em alguns momentos.

    Seja na trama da criminosa apaixonada por seu parceiro de trabalho ou na do mudo iludido por seu primeiro amor, o filme brilha ao apresentar-se ao público de uma forma especificamente filmada, trazendo uma sensação mista de claustrofobia e vazio.

    A reviravolta estrutural, porém, está no jeito em como o…

Popular reviews

More
  • Rio, Zona Norte

    Rio, Zona Norte

    ★★★★★

    Em um Rio repleto de injustiças, ainda existe a melodia que vem desses contratempos.

    A melodia que será imortalizada pela sua marca no papel, não poderá ser assassinada pela injustiça. Mas o lugar de onde ela veio, é que sofre com a tragédia. 

    Os sambas de Espírito sobreviveram e decidiram vingá-lo, trazendo alegria ao carnaval carioca, coisa que ele desejava até terminar de cantar sua última canção na cabine daquele trem lotado.

  • Wonder Woman 1984

    Wonder Woman 1984

    ★★★★½

    • A mulher “feia” que vira vilã quando muda de aparência, o vilão rico e cuzão, o par romântico que tá ali pra porra nenhuma, um artefato valioso que move a narrativa e a lição de moral tosca são fatores que fazem parte de um conjunto de esteriótipos que provam a breguice assumida do segundo filme da Mulher Maravilha.

    • O 1984 na trama não serve apenas como uma localização temporal e estilística, mas também assume um papel estrutural na…