RSS feed for Gabriel

Favorite films

Recent activity

All

Recent reviews

More
  • The Neon Demon

    The Neon Demon

    ★★½

    Tão raso quanto os personagens e a indústria que pretende criticar, "Demônio de Neon" pelo menos tem uma estética bela e rica em detalhes, graças à fotografia de Natasha Braier, e uma trilha sonora com toques eletrônicos interessantes, cortesia de Cliff Martinez, com clara inspiração na banda de rock progressivo Goblin, responsável por nada mais nada menos que a trilha sonora de "Suspiria" (coincidência? Claro que não). Visual por visual, porém, era melhor ver um editorial de moda – não demora tanto e, se você estiver no consultório médico esperando sua vez, dá para passar tempo e não se irritar.

    Mais em: www.cineset.com.br/demonio-de-neon-um-belo-editorial-de-moda-e-um-filme-vazio/

  • Tamo Junto

    Tamo Junto

    ★★★

    Ainda que a estética seja a mais desinteressante e despersonalizada possível, na maior parte do tempo, o filme é divertido, justamente pelo descompromisso e por nunca esconder suas referências e nem recorrer aos histrionismos cansados das comédias “padrão Globo Filmes”. Ao mesmo tempo, "Tamo Junto" incomoda por investir na representação estereotipada de um personagem nerd, quando o próprio diretor/ator é assumidamente nerd: Paulo Ricardo é o velho personagem exageradamente estranho, sem habilidades sociais, virgem, que mora com a mãe e…

Popular reviews

More
  • Castelo Rá-Tim-Bum, o Filme

    Castelo Rá-Tim-Bum, o Filme

    ★★★½

    "Cao Hamburger é certeiro ao reconhecer que não poderia simplesmente repetir o mesmo universo da TV no cinema, e o filme sai ganhando por conta de suas decisões criativas. A narrativa, cujo roteiro é de responsabilidade de Anna Muylaert, é ágil e divertida, mas mantém um aspecto importante do material original, que é a ingenuidade infantil que caracteriza a história; Castelo Rá-Tim-Bum tem tudo pra ser uma daquelas boas aventuras exibidas na Sessão da Tarde. Em tempos de muitas produções…

  • Men Are From Mars... And That’s Where I’m Going!

    Men Are From Mars... And That’s Where I’m Going!

    ★★½

    "Fernanda vive basicamente em função dos homens que encontra em sua vida. Suas decisões e seu comportamento são influenciados pelos seus namorados, suas conversas são sobre suas paqueras, sua vida profissional pode ser deixada de lado por causa de uma paixonite e até a senha do seu notebook é “mulher amada” – além das almofadas brilhantes gritando “Love” no seu apartamento. [...] “Os Homens São de Marte…” é apenas uma produção inofensiva (ou nem tanto, visto os valores morais em…