RSS feed for Guilherme

Favorite films

Recent activity

All

Recent reviews

More
  • The Last Gun

    The Last Gun

    ★★★½

    Faroeste italiano dirigido por Sergio Bergonzelli na primeira era do spaghetti western, antes do fenômeno Leone. Aqui ele está creditado como Serge Bergon. Tratando-se de um cineasta sub-Bava, a minha expectativa era de observa-lo um pouco fora de lugar no faroeste. Não foi o caso. Ele está mais contido do que nos delírios visuais de In The Folds of the Flesh, mais focado na parte dramática. É notável a pequena produção, o que pode no começo confundir e gerar a…

  • Sandy Wexler

    Sandy Wexler

    ★★

    Não é nem de perto do nível dos melhores trabalhos do Adam Sandler, mas nenhum filme recente dele é. Sandler/Brill fazem uma estranha tentativa de traduzir uma ideia de woodyallenismo para o universo de Sandler. Dá para salvar ali os personagens mais dignos, o Kevin James, Terry Crewes - gênio - como um lutador da WWE e o Schneider solando em suas cenas. São 130 minutos de uma baderna, mas da para encarar nem que seja para ver Beavis & Butt-Head passando trotes para o Sandler nos créditos.

Popular reviews

More
  • Arrival

    Arrival

    ★★½

    Os primeiros 50 minutos me soaram bastante curiosos, embora não tirem a impressão pessoal de que o Villeneuve é um cineasta pouco visual tentando arbitrar num mundo puramente estético. O imenso trabalho de Amy Adams e Jeremy Renner garante também um tanto do interesse, especialmente ela. Dali em diante me parece que o filme perde progressivamente em mistério e desfaz-se entre a encenação política obvia e a cafonice progressiva. A partir do momento em que a personagem de Amy compreende sua nova percepção do tempo, o filme parece uma versão menos talentosa dos recentes filmes do Terrence Malick.

  • Hacksaw Ridge

    Hacksaw Ridge

    ★★★½

    É uma mão pesada em todas as direções: a moral, o drama, a espiritualidade, o horror extremo. A cena da chegada a guerra tem alguns cadáveres que parecem saídos de Zombie do Fulci. Garfield dá um sentido a esse peso todo. Não seria capaz de dizer que muita coisa funciona, mas tudo aquilo que funciona eu acho muito bom.