Gustavo Menezes

Gustavo Menezes

Favorite films

  • O Canto da Saudade
  • Black God, White Devil
  • Once Upon a Time in America
  • Dreams

Recent activity

All
  • The Magic Pear Tree

  • A Saga da Asa Branca

  • López Claro, su pintura mural americana

  • Lampião, o Rei do Cangaço

Recent reviews

More
  • Lampião, o Rei do Cangaço

    Lampião, o Rei do Cangaço

    A Cinemateca Brasileira disponibilizou recentemente a versão sonora do filme, com narração e música, conforme foi lançado em 1959. Sim, porque o que existe hoje não é o mesmo que Benjamin Abrahão filmou em 1936, mas um apanhado montado por Al Ghiu e Alexandre Wulfes a partir de menos da metade do material bruto.

    Agora, restituída a locução, a montagem do documentário faz sentido. Sempre me perguntei por que o filme abria com aquelas imagens dos vaqueiros, totalmente desconexas do…

  • Mamonas Assassinas: O Filme

    Mamonas Assassinas: O Filme

    O filme não conta uma história propriamente, mas apresenta cada cena como se fosse um teaser de si mesma, pulando de ponto-chave em ponto-chave.

    Além disso, lida com os Mamonas de forma bem desinteressada, contornando de leve o fenômeno midiático, o fenômeno musical (o fenômeno de popularidade com as crianças nem aparece) e até mesmo evitando as partes "polêmicas" das canções. É curioso que um filme sobre os Mamonas tenha tão poucos palavrões - e que, quando apareçam, estejam cercados de pudor.

Popular reviews

More
  • Carandiru

    Carandiru

    ★★★★½

    É comum no Brasil ouvir gente que se diz de bem vociferar que "bandido bom é bandido morto", que criminoso não é humano, como se, quando alguém cometesse um crime, tivesse revogada sua carteirinha de homo sapiens. Essas pessoas eu vi hoje mesmo, assim que acabei de assistir Carandiru, na seção de comentários de um link do filme no Youtube. Elas, ou talvez seus pais ou avós, estavam lá no dia do massacre que inspirou o filme, bradando em frente…

  • Durval Records

    Durval Records

    ★★★★

    Esse filme diz muito sobre situações familiares relativamente comuns.

    Durval não soube crescer, não tem força pra tomar qualquer atitude. Diante da situação mais absurda do mundo, ele solta um muxoxo e resmunga, gesticulando com o braço esticado e a mão aberta: "Não tem cabimento isso...". Durante 99% do tempo, ele é incapaz de desobedecer a mãe.
    Dona Carmita não consegue largar a maternidade: ela é viciada na noção de que alguém depende dela, de que ela gerencia a vida de alguém.
    Kiki simplesmente tem tão pouco contato com a mãe que nunca a menciona nem sente sua falta.

Following

436