Portrait of a Lady on Fire ★★★★★

Um filme sensível e belíssimo que fala sobre tanta coisa antes de ser um drama lésbico que chega a ser um afronta classifica-lo dessa forma.

O filme de fato tem uma tensão sexual gigantesca e muito bem construída que cólica o caso das protagonistas como peça importante na narrativa, porém também fala sobre as imposições feitas por uma sociedade patriarcal, sororidade, anseios que precisam ser escondidos e muito mais.

É possível que as citadas caixinhas de significado sejam criadas para reduzi-lo, afinal deve ser incomodo (para alguns) ver um filme totalmente feminino ser tão brilhantemente dirigido, roteirizado, fotografado e atuado.

Só que Retrato de uma Jovem em Chamas passa longe de ser algo simplório desse jeito. É uma obra livre, ardente e poderosa que certamente estará na lista dos melhores de 2020.

OBS: Os dez minutos finais (com os paralelos com Orfeu e Eurídice, a despedida, o quadro com a página 28 e o plano final) são absurdamente geniais!!!!