Favorite films

  • L'Argent
  • Signs
  • Romancing in Thin Air
  • Me and Earl and the Dying Girl

Recent activity

All
  • Prey

    ★★★½

  • The New York Ripper

    ★★★½

  • Candyman

    ★★★½

  • The Vanishing

    ★★★

Recent reviews

More
  • Death Note

    Death Note

    ★★★★½

    Final disso aqui é das maiores coisas do mundo mesmo. É até difícil de explicar o quanto tudo é simplesmente perfeito, as músicas, aquele corte pros créditos com o rosto confuso do Light, toda a maleabilidade esquizofrênica das regras do livro, as diferentes dinâmicas de poder em constante mudança entre os três personagens principais... coisa de gênio puro que é difícil rolar assim de graça. Pra ver e rever pra sempre.

  • They/Them

    They/Them

    ★★½

    Inadmissível não terem dado isso aqui para o Eli Roth. Na verdade até funciona, se por um lado me parece como um filme terrivelmente irregular no manejo do seu tom, por outro — paradoxalmente de certa forma — nos mantém interessados justamente pela irregularidade, de como as coisas são apresentadas e acho que de como tudo pode ser percebido, o que quase nunca fica muito claro.

    O aceno ao But I'm a Cheerleader (1999) é bem divertido (nem sei se…

Popular reviews

More
  • Titane

    Titane

    ★½

    This review may contain spoilers. I can handle the truth.

    Ducournau's images at times manages to get to efficient brutality, but i cant stop thinking how basically everything else feels interested in creating an illusion of grandeur the film can't back it up in any way whatsoever. It is very likely a movie that thinks it's having very important reflexions on womanhood, but at the end of the day it only manages to create bland simbology and obvious 'allegory' pretending to be some kind of 'great art cinema'. I'm very…

  • Old

    Old

    ★★★★

    This review may contain spoilers. I can handle the truth.

    TEXTO COMPLETO: elogedelamourcinema.blogspot.com/2021/08/expor-o-artificio.html

    -

    Esse sim o filme mais pessimista do cara. Tudo o que acontece na praia é um primor — sério, quem decupa um filme assim? — coisa gloriosa mesmo. Mas de fato a grande cartada dele é assumir o dispositivo como dispositivo com todas as letras. Não poderia ser mais caricato: o personagem do Shyamalan observando e brincando com os elementos de sua própria encenação, levando os resultados pra trupe de cientistas do mal que fazem experimentos…