Emicida: AmarElo - It's All for Yesterday

Emicida: AmarElo - It's All for Yesterday ★★★★★

Que filme maravilhoso! É história, é sociologia, é música. Começar com Mario de Andrade é um acerto, porque o que Emicida faz é puro Manifesto Antropofágico revisitado, mastigando nossas raízes e referências de negritude e deglutindo arte viva. Arte-celebração, arte-política, arte-espacialidade e arte-resistência.