Triangle of Sadness

Triangle of Sadness ★★★★½

There is no review for this diary entry. Add a review?

(publicada na newsletter do Fumaça, fumaca.pt/subscrever)

Um capitalista russo e um comunista americano... num iate de luxo de 250 milhões de dólares.

Este filme reacendeu a minha vontade de ir ao cinema pela experiência colectiva (para além da vontade de ter condições audio e vídeo óptimas). Estar na presença de outras pessoas e rir fora de tempo traz uma excitação extra à sessão. Depois do filme-referência "Force Majeure", Östlund expande a exploração do bizarro nas relações sociais, levando-a aos seus limites. Na sua estreia a filmar em Inglês o realizador move-se com enorme mestria no espaço estreito entre o kitsch bem feito e o demasiado óbvio. O que para um realizador consagrado demonstra muita coragem e confiança na sua voz.

Não vi os restantes filmes a concurso, mas a Palma de Ouro de Cannes está bem entregue. O trabalho dos actores é maravilhoso, e o Woody Harrelson é para nunca perder.