Annette

Annette

É um projeto dos Sparks, e o documentário The Sparks Brothers serve como uma ótima introdução. Aliás, a génese de Annette aparece por lá.

Annette é um filme excêntrico, mas não é um filme estranho.

No início, vemos um bar chamado "Broadway". Mas Annette é, de certa forma, o anti-Broadway, o anti-musical. No seu mundo, as pessoas falam cantando, mas não se tenta um naturalismo. Carax segue na linha de Holy Motors: o dispositivo é exposto, do início ao fim é-nos lembrado que vemos um filme, uma fantasia, a produção dum espaço mental. É um álbum conceptual feito imagem. Está mais próximo de Pink Floyd: The Wall do que de Singin' in the Rain.

Holy Motors é um filme de que não gostei, mas que nunca esqueci. Gostei muito de Annette. Será que o vou esquecer?

Block or Report