Favorite films

  • Tokyo Story
  • Entranced Earth
  • Chimes at Midnight
  • Ruslan and Ludmila

Recent activity

All
  • Duck Soup

    ★★★★★

  • Make Way for Tomorrow

    ★★★★★

  • Nossos Parabéns ao Freitas

    ★★★

  • Tampopo

    ★★★★★

Recent reviews

More
  • Duck Soup

    Duck Soup

    ★★★★★

    Anarquia cômica, sonora, e visual.

    Em 1933, a inclusão do som e da fala no cinema teria uma reviravolta na comédia mundial com Groucho Marx usando de ofensas, atitudes non-senses, e tiradas inteligentes de forma debochada, com seus irmãos Harpo e Chico, donos de incríveis e perturbadoras gags visuais herdeiras do vaudeville.

    Leo McCarey, um californiano, começou sua carreira como assistente de Tod Browning nos anos 20,antes de assumir a cadeira em produções cômicas de Hal Roach.
    McCarey na época…

  • Make Way for Tomorrow

    Make Way for Tomorrow

    ★★★★★

    "Um filme que faria até as pedras chorarem" - Orson Welles

    Nos anos 30 Leo McCarey nos presenteou com uma obra cuja sensibilidade e humanismo em plena era da Depressão e da desvalorização familiar não era apenas essencial para o otimismo reinante em musicais, como também digna de reflexão. A história de dois velhos pais que são desterrados pelo banco e ignorados pelos filhos só encontrou obra passivel de comparação em 1953 com "Tokyo Monogatari"(1953) de Yasujiro Ozu, roteirizado por…

Popular reviews

More
  • Rear Window

    Rear Window

    ★★★★★

    "Rear Window" foi a primeira e única vez em que Hitchcock pega um cenário e o transforma num ecossistema vivo e pulsante presenciado por nós em uma posição voyeurística. Já mostrando ser mestre em ambientes-fechados como em "Lifeboat"(1944) ,"Rope"(1949) e o anterior "Dial M for Murder"(1954), a diferença de "Rear Window" é que a ambientação se divide em duas: o apartamento de Jeffrie, e as janelas dos outros apartamentos que ficam em oposição ao seu.

    Jeffrie é um fotógrafo jornalístico…

  • Everything Everywhere All at Once

    Everything Everywhere All at Once

    Enquanto eu assistia eu estava sentindo pena da Michelle Yeoh e o caminho de merda que ela está seguindo. Também pensei nas semelhanças com a MCU. Então eu percebi que ela faz parte do MCU ao verificar sua filmografia. E que ela já tinha feito um filme chamado "Crazy Rich Asians" há um tempo atrás, que é tão desavergonhado que se diz inclusivo por incluir asiáticos num filme onde todos os personagens são bilionários imbecis.

    Indo mais adiante eu vi…