RSS feed for Carlos

Favorite films

Recent activity

All

Recent reviews

More
  • Nobody Speak: Trials of the Free Press

    Nobody Speak: Trials of the Free Press

    ★★½

    Afinal Hulk Hogan não passa de uma personagem; e o homem por trás dela, Terry Bollea, é um bastardo que acredita que com poder, dinheiro e influência tudo se resolve. Um tributo em forma de voto de pesar à liberdade de imprensa e expressão, aqui canibalizada pela divulgação de um vídeo de cariz sexual da antiga estrela do Wrestling. Os conflitos culturais entre o jornalismo e o poder, a ética e a verdade, num testemunho com a ideia certa mas…

  • The Wraith

    The Wraith

    ★★

    Comecemos pelo gritante erro de tradução do título para português: "A Ira" (do inglês Wrath) e não aparição misteriosa, sobrenatural (Wraith) como era suposto. Ups, paciência, agora já é tarde para voltar atrás - pensou o responsável - e, no final de contas, é um tipo que volta dos mortos e vinga-se daqueles que o mataram, por isso "A Ira" também serve. Depois Charlie Sheen, em arranque de carreira, peito ao léu, meia dúzia de cenas despachadas enquanto preparava-se para…

Popular reviews

More
  • Nas Nalgas do Mandarim

    Nas Nalgas do Mandarim

    ★★★★★

    No good movie is too long and it just seems new every time i see it. It is the closest i can come to understanding how a stranger really feels. We live in a box of space and time. Movies like this one are windows in its walls. It allow us to enter other minds, not simply in the sense of identifying with the characters, although that is an important part of it, but by seeing the world as another crazy person sees it. Long live Nas Nalgas do Mandarim.

  • mother!

    mother!

    ★★★★½

    This review may contain spoilers. I can handle the truth.

    Spoilers. Vêm aos pontapés nas próximas linhas, pelo que se sugere cautela ao leitor mais coca-bichinhos. Ou não, pois pela primeira vez na minha conturbadíssima carreira cinéfila - a tal que mete o Van Damme na mesma prateleira do Fritz Lang - sinto que seria fundamental seguir para um filme com umas guidelines do que se vai passar a seguir. Mas já lá vamos. Há duas maneiras de apreciar "Mãe!", a mais recente experiência do magnânimo Darren Aronofsky, nova-iorquino responsável…