Favorite films

  • 2001: A Space Odyssey
  • Brokeback Mountain
  • Scarface

Recent activity

All
  • The Boys from Fengkuei

    ★★★★

  • Man with a Movie Camera

    ★★★★½

  • Athlete Swinging a Pick

  • The Kiss

    ★★★★★

Recent reviews

More
  • The Boys from Fengkuei

    The Boys from Fengkuei

    ★★★★

    Independente dessa narrativa cuja a nostalgia é o auge de qualquer coisa, onde os personagens se encontraram, se encontram e ainda irão se encontrar na mesma - não vai ser qualquer artifício da escrita apaixonada ou das atuações cheias de vida que vão trazer a totalidade nostálgica da contemplação das inúmeras imagens que vemos desses garotos; e Hou fez a simples questão de deixar em um movimento muito simples de imagem e sua complementação nesses personagens, em todos que aparecem…

  • Man with a Movie Camera

    Man with a Movie Camera

    ★★★★½

    Mesmo que Vertov - assim como diz na própria introdução de seu filme, que o mesmo se abstém de qualquer semelhança com algo; isto é, criar uma linguagem cinematográfica que possue e só acredita em si mesma, sem qualquer uso de narrativa (roteiro), cenários prontos (planejados) e atores - tenha feito as escolhas que fez, onde a montagem é o elemento primordial e mais forte desta obra; ainda é completamente difícil não conseguir associar a mesma com algo: um corpo,…

Popular reviews

More
  • The Sixth Sense

    The Sixth Sense

    ★★★★★

    A existência de propostas/idéias para apresenta-lás em tela é o grande motivo de as pessoas se encantarem por assistir e fazer filmes. E Shyamalan sabe muito bem disso. Ele segura todos nós numa coleira chamada "interesse" desde o começo daquela lâmpada acendendo.

    Diretores e roteiristas, da forma que conseguirem, tentam passar suas ideias e legitimizarem ao máximo elas, principalmente àqueles que querem ser aceitos por uma mensagem maior, que geralmente são filmes políticos ou que discutem algo assunto social que…

  • Monty Python and the Holy Grail

    Monty Python and the Holy Grail

    ★★★★

    "Qual é a sua cor favorita?"

    Dentro das milhares de centenas de maneira de comentar uma narrativa cômica, Monty Python só não faz isso com a sua verdadeira essência que não poderia ser traída ou distorcida; usando de elementos similares à cenas de uma gravação local jornalística em uma cidade, onde pretende mostrar como a burrice aliena pessoa, e vem a burrice "bela" para chegar ao mesmo resultado final. Ou colocando a câmera extremamente próxima ao personagem em sua fuga…