Favorite films

  • 2001: A Space Odyssey
  • Brokeback Mountain
  • Scarface

Recent activity

All
  • Doctor Strange in the Multiverse of Madness

    ★★

  • Nosferatu

    ★★★★½

  • La Haine

    ★★★★½

  • The Good, the Bad and the Ugly

    ★★★★★

Recent reviews

More
  • Doctor Strange in the Multiverse of Madness

    Doctor Strange in the Multiverse of Madness

    ★★

    A Marvel se perdeu - e parece que a mesma está assim há algum tempo, ou sempre esteve assim - num propósito exclusivo de querer contar a narrativa destes personagens nesse universo (agora multiverso) falho; e não falho porque os mesmos têm furos de roteiro ou conveniências de texto para esses personagens, mas sim porque é uma direção, um texto, cenários e personagens desacreditados de si próprios. Hipócrita também. Ou é simplesmente é a mesma narrativa vista em Wanda Vision…

  • Nosferatu

    Nosferatu

    ★★★★½

    Dentros dos "exageros" das atuações - teatrais - de Nosferatu, pode-se ser ver uma forma de um conto de horror muito clara; um que vai se moldando à tela - agarrando-se a mesma e se apossando dos instrumentos captados pela câmera (assim como a própria doença e medo que irá girar em torno daquelas pessoas e cidade): objetos, personagens, ambientes e - cogitar uma "ousadia" ainda maior - os letreiros, trazendo, como o próprio título do filme diz, até na…

Popular reviews

More
  • La Haine

    La Haine

    ★★★★½

    La Haine parece que sempre será lembrado como um filme atual, com suas várias discussões atuais. A frase "Poderia ser hoje.", ou coisa similar, sempre andará com esse filme; e não me entenda mal: as discussões, a violência e o ódio é bastante atual, ainda mais por causa do cenário atual do mundo; mas, agora, uma coisa é legitimizar o filme por ser "real". Outra coisa é tentar fazer você engolir esse papinho que ele é só isso, e pronto.…

  • Monty Python and the Holy Grail

    Monty Python and the Holy Grail

    ★★★★

    "Qual é a sua cor favorita?"

    Dentro das milhares de centenas de maneira de comentar uma narrativa cômica, Monty Python só não faz isso com a sua verdadeira essência que não poderia ser traída ou distorcida; usando de elementos similares à cenas de uma gravação local jornalística em uma cidade, onde pretende mostrar como a burrice aliena pessoa, e vem a burrice "bela" para chegar ao mesmo resultado final. Ou colocando a câmera extremamente próxima ao personagem em sua fuga…