Marcelo Miranda has written 67 reviews for films rated ★★ .

  • Pleasure

    Pleasure

    ★★

    Estaria inaugurado aqui o pós-sexploitation?

  • The Northman

    The Northman

    ★★

    A opulência do filme é proporcional ao seu vazio; tudo tenta ser bonito, nem sempre consegue e você enxerga o esforço (quase o desespero) do artista tentando fazer arte. Fascina pela obsessão, entedia pelo anódino da coisa toda. É uma experiência de exuberância mais próxima do Zack Snyder de "300" do que os admiradores (de ambos) vão querer admitir, e nisso os excessos tanto de um quanto de outro fascinam justamente por se desgarrarem de qualquer tipo de timidez da cafonice artística. Não é suficiente pra garantir algo mais que a atenção, porém.

  • X

    X

    ★★

    A fetichização do slasher chegando ao ápice de dar a volta e negar o próprio objeto de fetiche disfarçando o filme de "novidade", de "originalidade" e terrivelmente de "nobreza" (visual e narrativa). Um típico produto da A24 mal disfarçado de filme da Blumhouse, ou seja: ele se vale de códigos historicamente reconhecíveis para reapresentar-se a novas plateias (Blumhouse), porém no caminho leva tudo excessivamente a sério ao lançar pseudo-poesia filosófica sobre passagem do tempo, desejos reprimidos e rituais macabros de…

  • Master

    Master

    ★★

    A receptividade e impacto dos filmes do Jordan Peele fizeram muito bem ao terror contemporâneo americano, colocando alegorias de racismo, representatividade e constrangimentos e violências históricas no centro das tensões e dos acontecimentos, e um filme como "Master" existe muito puxado por trabalhos como "Corra!" e "Nós". Por outro lado, é esquisito perceber, ao menos na minha experiência com essa estreia de Mariama Diallo na direção de longa-metragem, que o aspecto "terror" do filme entra quase a reboque do enredo,…

  • The Batwoman

    The Batwoman

    ★★

    Rip off a quente da série de TV do Batman de 1966, tendo sido lançado quando o programa estava em vias de terminar na TV americana, ou seja, todo o imaginário em torno das aventuras malucas e coloridas do Homem-Morcego estava em alta, incluindo a presença da Batmoça, introduzida na terceira e derradeira temporada. Deve ter sido gatilho pra essa produção de baixíssimo orçamento feita no México e que tem a carismática Maura Monti no papel-título.

    Pra um projeto que…

  • The Adam Project

    The Adam Project

    ★★

    Pipocão sessão da tarde razoável, mas quase zero criatividade e empolgação. Apesar de ser um projeto dos sonhos pra Reynolds, carece de paixão, seguindo a trama na base da burocracia mais ocasional. As cenas de melodrama familiar são boas e a molecada que se dispuser a ver o filme deve se divertir, mas está longe de ser marcante. E tudo bem também.

  • Lamb

    Lamb

    ★★

    Tem atmosfera instigante e clima quase sempre de curiosidade, mas os desdobramentos são os mais banais dentro de certa cartela de códigos de filmes do tipo, a essência do "arthouse" que volta e meia encanta plateias e júris de festivais com supostos lances inusitados que nada mais são que derivações de trabalhos menos badalados. Não é um problemão em si, é importante haver filmes que puxam assim, mas, enquanto objeto artístico, sobra bem pouco além do consumo fast food.

  • Death on the Nile

    Death on the Nile

    ★★

    A reimaginação moderna do mítico detetive Hercule Poirot, maior criação da escritora Agatha Christie, chega ao segundo episódio com a mesma pompa de produção que o anterior, "Assassinato no Expresso Oriente". E também com a mesma equipe criativa, tendo Kenneth Branagh como ator e diretor. Isso acarreta um filme em quase tudo muito similar ao antecessor, especialmente por dois aspectos: desenvolver as tramas rocambolescas de Christie com o máximo possível de grandes estrelas de Hollywood, pasteurizando bastante seus desdobramentos, o…

  • CODA

    CODA

    ★★

    Que o Oscar sempre guarda uma fatia de filmes de bom tom e de bom gostismo, filmes de "cura-dor", não é novidade, e eles acabam por serem descobertos pela maior parte dos cinéfilos quando são indicados em alguma categoria. A crítica ou os espectadores mais hardcore seguem pistas anteriores, e o festival de Sundance é uma das mais proeminentes para pegar essas iscas de humanidade e lição de vida que anualmente aparecem no Oscar. "Coda" (com esquisito título brasileiro "No…

  • King Richard

    King Richard

    ★★

    Conduzido da forma mais pasteurizada possível, King Richard parece dirigido por um bot programado pra empilhar cenas oscarizáveis que valorizem ao máximo e tão somente a presença de Will Smith como estrela maior do projeto. A princípio, nada contra Smith ser o dono da parada, mas isso acarreta um filme que quer exaltar as irmãs Williams como atletas perfeitas e acaba por ser a hagiografia do pai, cujas nuances mais interessantes vão ficando pelo caminho das boas intenções. Tudo é…

  • The Sand

    The Sand

    ★★

    Bando de "jovens adultos" enfrenta uma areia de praia carnívora e isso é tudo que você precisa saber pra deixar esse filminho te divertir com interpretações exageradas, efeitos visuais de photoshop e surpreendente boa direção de suspense, que segura as pontas até o final. Está disponível gratuitamente na Tubi TV com legenda em inglês:
    tubitv.com/movies/439689/the-sand

  • Panorama

    Panorama

    ★★

    Certa fórmula do documentário brasileiro se solidificou como a forma mais justa de se aproximar de ambientes e de personagens; se seguida sem muitos ruídos, permite filmes notáveis pela relevância daquilo que registra e por certo efeito anódino em relação a sobre como registra. "Panorama" tem tudo no devido lugar, encontra figuras adoráveis para ter na tela, radiografa um bairro de periferia com a consciência crítica que se espera nesse cinema independente e equaliza tudo isso na nota meio padrão…