Once Upon a Time… in Hollywood

Once Upon a Time… in Hollywood ★★★

Um filme sem coração. isso por que um filme que trata com frieza seus afetos, mas também por que nada próximo da força motriz presente em todos os longas do Tarantino pós Cães de Aluguel. Isso diminui sensivelmente o impacto do procedimento tarantinesco quando ele finalmente se revela presente.
Curioso que o fetichismo do diretor sempre se mostrou afetivo com seus objetos, mas aqui essa aproximação é no mínimo problemática. Seja com o corpo das atrizes e seus pés sujos, seja com os westerns, cujas produções 'b' ou seriados de televisão ele nunca parece alcançar, ou mesmo se preocupar.

Sobrem as suas cenas assinatura de diálogos fortuitos, cenas de carro lindamente filmadas e Brad Pitt, enorme, carregando o filme e as dores dessa fábula Hollywoodiana. De certa forma o uso da Sharon Tate funciona, mas ele nunca consegue alçar sua aparição espectral à carne maltratada de Pitt ou à imundície irreconciliada dos hippies.


(escrevi isso logo depois de ver o filme ontem, tá deixando de notar o que tem de positivo sobre o filme, mas é o que tem pra hoje)

Marcus liked these reviews