• Arraial do Cabo

    Arraial do Cabo

    ★★★

    Flaherty. Neorrealismo. Etc.

  • Thor: Love and Thunder
  • Collateral

    Collateral

    ★★★★½

    Continua ótimo.

    Incrível a progressiva desumanização do Vincent, personagem do Tom Cruise, espécie de T1000 classudo, e sua conclusiva "metaforização".

  • Marnie

    Marnie

    ★★★★

    O filme mais explicitamente freudiano de hitchcock. E encerra-se justamente numa "sessão psicanalítica". Hum, interessante...

  • Top Gun: Maverick

    Top Gun: Maverick

    ★★★★

    Top Gun: Maverick é forte, é nostálgico. Já se abre exalando nostalgia. Exala-a quando brotam os créditos iniciais. Exala-a quando toca o tema de fundo, Danger Zone, que os acompanha. Exala-a enfim quando são registrados em serviço em frente ao céu dourado os homens no porta-aviões. Toda uma atmosfera de introdução é evocada a fim de referenciar o clássico de 86, do já falecido Tony Scott.

    Mas não só isso. Este novo, Maverick, independe da nostalgia. Quer dizer, depende -…

  • Top Gun

    Top Gun

    ★★★

    Só revi pq amanhã cedo tem sessão do novo.

  • The Trouble with Harry

    The Trouble with Harry

    ★★★★

    O corpo de Harry não importa nem um pouco, é mero MacGuffin. Discute-se a materialidade do assassínio com alto grau de eufemismo (a indagação da senhorita Ivy ao capitão Albert Wiles - "o senhor está com problemas, capitão?" - quando se depara com o cadáver é um exemplo). Desvendam-se os assuntos misteriosos e complicam-se os que pareciam óbvios. Harry - aliás, o seu "problema", este que figura o título do filme - serve no fim das contas para desenvolver a…

  • The Paradine Case

    The Paradine Case

    ★★★★

    De imediato o filme nos diz: a Sra. Paradine é culpada. Em seguida põe-nos diante de um advogado com ambições para defendê-la, advogado este que não demorará para confundir pessoal com profissional, acabando enfim por se apaixonar pela elegante Sra. Paradine. Problema evidente - e nele é que reside toda a qualidade do filme: não se trata de um típico drama de tribunal. Aliás, nem é exatamente um drama dessa natureza. É, em vez disso, um drama passional com roupagem…

  • Chico - Brazilian Artist

    Chico - Brazilian Artist

    ★★★

    Simplório mas belo documentário. A arte e a vida de Chico Buarque expostas em suas próprias reflexões e em performances de suas músicas. É também, e antes de tudo, sobre a sua ligação com o pai, o intelectual Sérgio Buarque de Holanda, ligação esta que se desemboca na busca de Chico pelos rastros de seu irmão alemão.

  • Suspicion

    Suspicion

    ★★★½

    O próprio diretor, Alfred Hitchcock, não gostara do final de seu filme. Achava melhor, dizia, que Cary Grant fosse mesmo o assassino (chegou a elaborar toda uma conclusão com este final alternativo). À época da produção do longa, um produtor da RKO desaprovara quaisquer insinuações que pusessem Grant na posição de assassino. O resultado da censura: uma versão de Suspicion com menos de 50 minutos, já que inúmeras cenas com as insinuações haviam sido cortadas. Felizmente, o chefe da RKO,…

  • Foreign Correspondent

    Foreign Correspondent

    ★★★★

    Thriller político de agradável ritmo cujo pano de fundo é a eclosão da Segunda Guerra Mundial. No thriller é tratada a relação de companheirismo entre britânicos e americanos em prol da luta contra a influência nazista na Europa. Segundo filme americano de Hitchcock - e é, diga-se de passagem, um de seus filmes mais americanos! Atuações soberbas. Bela química entre o casal Joel McCrea e Laraine Day. Destaque, aliás, para a atuação de George Sanders (All About Eve e Journey…

  • Chess of the Wind

    Chess of the Wind

    ★★★★

    O cineasta iraniano Mohmammad Reza Aslani dirigiu em 1976 o irreverente Chess of the Wind, que fora à época exibido duas vezes, para nunca mais (hostilizado pelo público e pela crítica). Quando eclodira em 79 a Revolução Islâmica do aiatolá Khomeini, a censura baniu dos circuitos o afrontoso filme de Aslani. Dentre tentativas incontáveis de preservá-lo, deu-se a obra como perdida.

    Ledo engano...

    Passaram-se décadas. O ano é o de 2014. Num singelo bazar, na capital Teerã, misturado com uma…