Comment ça va? ★★★★½

Filme relaciona muito bem as dimensões entre discurso e aparato dessa fase da Sonimage. A relação entre a imagem e o dispositivo, coisa que o Godard e a Miéville começavam a explorar no vídeo, ganha um sentido ficcional que de certa forma reencena os trabalhos de montagem dos dois. A mesa de edição como esse lugar de ressignificação, de colagem, de alinhar discursos. Invariavelmente a impossibilidade de se articular uma fidelidade ideológica (a decupagem das fotografias), já que o meio técnico acaba sempre se revelando uma mediador limitado por natureza: é meramente visual, não registra uma intenção e é passivo de uma interpretação (o olhar que percorre a imagem a redesenha, o espectador também ressignifica).

Report this review