Martírio ★★★★

Parte da lógica de uma confiança elementar e direta do registro que está muito presente no Corumbiara (2010) - a câmera que não só legitima, mas que faz aquelas pessoas existirem para além de uma percepção demográfica isolada - pra situar todo um contexto da causa indígena em uma perspectiva ainda mais histórica. É foda como o Carelli media muito bem as imagens e nunca aliena o filme numa simples perspectiva ideológica. Ele tá mais preocupado com essa dimensão objetiva do relato do que qualquer coisa. Mesmo a forma como ele mostra as imagens das comissões da câmara e dos encontros do agronegócio fica clara essa vontade mais de evidenciar do que discursar, já que as imagens e os fatos falam por si. Uma crença muito poderosa no fato pelo fato que não precisa de nenhuma romantização pra ser assimilado.

Arthur liked these reviews