Zama

Zama é o primeiro filme de época de Lucrecia Martel, bem como o primeiro protagonizado por um homem (Daniel Giménez Cacho) e adaptado de um livro. É, também, o primeiro que não se passa em sua cidade natal, Salta, e que troca os interiores das casas de famílias argentinas por paisagens ao ar livre. Apesar das diferenças, o longa dialoga com os trabalhos anteriores de Martel – além de A Mulher Sem Cabeça, A Menina Santa (2004) e O Pântano (2001) -, no minimalismo narrativo, na atenção dada ao som, na história que se revela aos poucos e no protagonista que parece fora de lugar.

Leia entrevista com Lucrecia Martel: mulhernocinema.com/destaques/lucrecia-martel-a-maior-pobreza-do-cinema-latino-americano-e-nao-representar-a-sociedade/