Deadpool ★★★★★

"Deadpool" é o que podemos, finalmente, chamar de uma produção verdadeiramente construída para fãs de quadrinhos.

Deadpool: You're probably thinking "This is a superhero movie, but that guy in the suit just turned that other guy into a f*cking kebab." Surprise, this is a different kind of superhero story.

Esqueça todas as produções anteriores, mirabolantes e com atores/atrizes disputando entre si a melhor colocação no pôster de divulgação. Estamos falando aqui de algo novo e que - se seguido e bem trabalhado pela 20th Century Fox - pode se tornar o início de novos caminhos e produções com personagens até então esquecidos desse universo dos quadrinhos.

Antes de falar propriamente do filme, é importante salientar que "Deadpool" foi um tiro no escuro. Sim, é verdade. Toda a história de produção para este filme surgiu há 6 anos atrás com um hoax criado pela FOX e, sim, por Ryan Reynolds. Em parceria, eles viralizaram uma espécie de teste de elenco que deixou os fãs malucos. Só que isso aconteceu antes mesmo do roteiro ser escrito ou confirmado para gravação.

Desde então houve um intenso trabalho de divulgação e feedback aos fãs. Diversas e maravilhosas ações foram feitas para - além de vender a nova franquia - dar vida ao personagem. Outdoors foram espalhados pelo mundo, suéter natalinos foram criados, entrevistas para o 1° de abril, Super Bowl, piadas com o Thanksgiving e até para a prevenção de câncer forma criadas. E tudo isso com a participação de Ryan Reynolds, que literalmente personificou o personagem e deu vida a ele através de suas redes sociais.

Sobre o filme? Vamos lá!

Wade Wilson (Ryan Reynolds) é um mercenário, cheio de problemas infantis, dotado de um arsenal incansável de piadas e que logo após se apaixonar por uma jovem prostituta chamada Vanessa Carlysle (Morena Baccarin) descobre que está com câncer. Para curar a doença, ele se submete a um processo cirúrgico e experimental que lhe concede, além de habilidades físicas sobre-humanas, um fator de cura mutante muito próximo à imortalidade.

Deadpool: Whatever they did to me made me totally indestructible... and completely unf*ckable.

Um filme para quem gosta de ação e diálogos insanos, repleto de humor negro e piadas com referências à personagens dos quadrinhos - Marvel ou DC - e atores que interpretaram em algum momento personagens de outras franquias.

"Deadpool" é uma experiência imperdível, divertidíssima, livre de amarras para outros eventos do universo HQ e com duas cenas extras pós-créditos.