Favorite films

  • Ran
  • Persona
  • Deep End
  • Vertigo

Recent activity

All
  • Ant-Man and the Wasp

  • Shang-Chi and the Legend of the Ten Rings

    ★★★

  • Eternals

    ★★★

  • Doctor Strange

    ★★½

Recent reviews

More
  • The Young Girls of Rochefort

    The Young Girls of Rochefort

    ★★★★½

    O filme carrega essa espirituosidade idealista que, como tal, fica desviando de qualquer olhar racionalista que o espectador possa entregar. Os movimentos super calculados impedem os encontros (o cálculo afasta) e cria essa esperança por um romance não contemplado. O mais legal, porém, é como Jacques Demy resolve os arcos de Solange (Françoise Dorleac) e até mesmo Yvonne (Danielle Darrieux) criando desencontros ao de Delphine (Catherine Deneuve). O ideal é mesmo parte do campo das ideias… ou não?

  • Pierrot le Fou

    Pierrot le Fou

    ★★★★½

    É como se o Godard tivesse entendido o amor no cinema: uma sequencia de pedaços descontínuos que, ao final, ganham um valor incompreensível pelo tangível. É como se houvesse, portanto, a decisão de mostrar o intangível pela tangibilidade do cinema. Mas se o amor é intangível e o cinema tangível, que seja descontínuo: como o amor.

Popular reviews

More
  • The Metamorphosis of Birds

    The Metamorphosis of Birds

    ★★★★★

    Faz tempo que não vejo um filme com uma construção de planos tão lindos e minuciosos como em Metamorfose dos Pássaros. Se Pasolini teorizou o que chamou de Cinema Poesia, deveria ter visto isso aqui. Amor, poesia e paisagem.

    Catarina Vasconcelos parece encontrar sua encenação em algum lugar entre Agnès Varda e Kieslowski. Uma Agnès Varda menos impetuosa, com planos mais esticados e contemplativos em razão desse belo encontro com Kieslowski. Um Kieslowski porque dessa beleza contemplativa Catarina Vasconcelos encontra…

  • Rio, Zona Norte

    Rio, Zona Norte

    ★★★★★

    A tragédia brasileira do samba uma única vez cantado. A história de um homem invisível, acorrentado por sua condição e cheio de talento jamais descoberto. A beleza clássica de um realismo nacional dentro de uma estrutura de descontinuidades espaciais, pontuações bem definidas e tempos ensaiados.

    Dentro desse que é um dos filmes mais lindos de nosso cinema, duas cenas se destacam. Em primeiro lugar quando nosso personagem canta seu samba para Ângela Maria. Nelson Pereira dos Santos deixa sua câmara…