• Flee

    Flee

    ★★★½

    Infinitas possibilidades narrativas entre fugas concretas e existenciais

    O fascínio pela adaptação sempre foi uma questão da humanidade. Transformar textos em peças, literatura em filmes e partituras em orquestras é uma faceta do fazer artístico que sempre esteve, e que sempre estará, presente. Tendo vencido o grande prêmio do júri para documentários internacionais no festival de Sundance, Flee - Nenhum Lugar para Chamar de Lar(2021), aborda a questão humana da adaptação de forma irresoluta e com bastante convicção fílmica. Os…

  • The Territory

    The Territory

    ★★★★

    A resistência dos Uru-Eu-Wau-Wau diante das chamas dos novos tempos

    As eleições de 2018 no Brasil foram o prelúdio de inúmeras tragédias que vieram a ocorrer no país nos anos que seguiram. As mais de 660 mil mortes por Covid-19 e as queimadas que destruíram o Pantanal são apenas as de maior escopo. Mas olhando para o país, vemos inúmeras perdas espalhadas por todo nosso mapa, como resultado direto da atuação da administração atual do presidente Jair Bolsonaro. O Território(2022),…

  • Belchior - Apenas um Coração Selvagem

    Belchior - Apenas um Coração Selvagem

    ★★★½

    As raízes impermanentes de um artista eterno

    Dentro da trajetória de um artista, existem milhares de momentos de viradas, novas esquinas que levam a lugares diferentes. Para aqueles que não nascem sob as luzes dos holofotes, existe o antes e o depois, e toda uma jornada que envolveu a chegada de tal artista ao conhecimento público. O documentário Belchior - Apenas um Coração Selvagem (2022), dirigido por Natália Dias e Camilo Cavalcanti, desvela as diversas dimensões nas quais habitou Belchior.…

  • Smiling Jockey

    Smiling Jockey

    ★★★

    A celebridade de um brasileiro em terra estrangeira

    Há diversos pontos de partida para interpretar Um Jóquei Cearense na Coreia (2022), novo filme de Guto Parente e Mi-Kying Oh. O longa-metragem que estreia mundialmente no 27º Festival É Tudo Verdade, em sua superfície, funciona com a estrutura de trabalhos jornalísticos para televisão sobre atletas. No entanto, o novo filme do co-diretor de Inferninho (2018) aborda um esporte pouco afeito às transmissões televisivas mais comerciais, as corridas de cavalo. E é…

  • Myanmar Diaries

    Myanmar Diaries

    ★★★½

    Quando os corvos dominam as ruas

    Um documentário feito inteiramente por pessoas anônimas, com personagens com rostos ocultos e vivendo dentro de seus próprios mundos, sufocados por um governo opressor e ilegítimo, fruto de um golpe militar. É esse o tom em que se desenrola Diários de Mianmar(2022), provavelmente um dos filmes mais importantes do século XXI, construído quase que inteiramente a partir de pequenos vestígios de narrativas criadas e recuperadas para o filme.

    Em certo sentido, encontram-se inúmeras semelhanças…

  • Portraits of the Future

    Portraits of the Future

    ★½

    Vislumbres de um futuro que não consegue esquecer o passado

    A pandemia de Covid-19, fato tão recente na memória coletiva, foi tema massivamente abordado na produção midiática dos últimos dois anos. Durante boa parte de 2020 e 2021, fomos bombardeados por perspectivas e experiências que circundam o lockdown e as implicações da pandemia. Algumas imagens e teorias se tornaram assunto comum da esfera pública mundial, a ponto de se tornarem o zeitgeist de assalto e saturarem as discussões.

    Em Retratos…

  • Kurt Vonnegut: Unstuck in Time

    Kurt Vonnegut: Unstuck in Time

    ★★★½

    O simulacro de Vonnegut inscrito no documentário clássico

    Praticamente todos os documentários sobre notórias figuras públicas passam por um lugar comum, sejam eles intelectuais respeitados, seres espirituais elevados ou pequenas jóias cult. Retornar à infância do personagem enquanto conversa com sua família, investigar a obra e tentar entender o fascínio que o elevou ao status que atingiu. Todos esses clichês máximos do documentário clássico estão presentes em Kurt Vonnegut: Desprendido no Tempo. Surpreendentemente, apesar de todos os ingredientes que fariam…

  • The Story of Looking

    The Story of Looking

    ★★★★

    A genealogia da visão por Mark Cousins

    Existe algo de muito fascinante nos momentos banais, nos monólogos internos que temos com nós mesmos e no natural fluxo que nossa consciência toma quando em diálogo com si mesma. Em um de seus mais recentes filmes, A História do Olhar(2021), estreia recente de Mark Cousins no 27º Festival É Tudo Verdade, o diretor nos convida para passar 90 minutos junto de seu monólogo interno, em uma exploração imagética sobre o sentido visual…

  • On the Road

    On the Road

    ★½

    Walter Sails(em sotaque estadunidense)

  • Lamb

    Lamb

    ★★★

    Gringos imitando Boas Maneiras

  • Dune

    Dune

    O filme fica significativamente pior na segunda assistida. A trilha fica mais e mais monocromática e repetitiva, e boa parte da ação e construção de mundo também deixa muito a desejar em execução. É um filme espalhafatoso e, por isso, enfadonho e chatinho demais. O Villenueve joga a maioria das boas imagens do livro fora, criando o horizonte do deserto de acordo com o estigma de blockbuster caro e excessivamente dark e realista. Resta a boa sequência com o Oscar Isaac pelado e bastante esforço do Jason Momoa em cenas de ação e porrada pessimamente capturadas.

  • Kimi

    Kimi

    ★★★★

    Steven Soderbergh é um dos diretores mais versáteis de Hollywood, que parece sempre buscar uma reinvenção a cada novo projeto que embarca. O que não quer dizer que ele não tenha o seu próprio jeito de fazer filmes, a maioria com bastante experimentalismo na fotografia e uma montagem sempre vibrante e desafiadora. Kimi é um desses filmes, com Soderbergh assinado também fotografia e edição, que tem seus trunfos ligados aos aspectos que o separam da realidade, o pondo na condição…