• Not My Type

    Not My Type

    ★★★★★

    Já estive lá sendo um espírito virtuoso na vida de um homem completamente entediado e excessivamente racional.
    Não é sobre criar expectativas demais em alguém e se frustrar, mas sobre ser quebrada pela falta, pela omissão e pelos detalhes. Ambos são personagens clichê de comédias românticas: Clement é um típico intelectual preso demais dentro do próprio mundo e incapaz de se apaixonar por qualquer coisa que não reflita a ele mesmo, onde ele tenta incessantemente levar Jennifer para sua mente,…

  • The Web

    The Web

    Com certeza a melhor atuação do Johnny Depp.

  • L'Eau de la Seine

    L'Eau de la Seine

    ★★★★★

    Esse filme pra mim é quase como acessar um armazenamento de memórias antigas. Rabiscos de luz, ondas de água, farfalhar de folhas e o movimento da paisagem.

  • Romeo and Dynamite in the Valley of Remembrance

    Romeo and Dynamite in the Valley of Remembrance

    "Desci dela pela janela das traseiras da casa.
    Fui até ao campo com grandes propósitos.
    Mas lá encontrei só ervas e árvores,
    E quando havia gente era igual à outra."


    Sentimentos e memórias enquanto abstração de texturas e cores. O que existe entre as nossas experiências, olhos e mente é o que há de mais indecifrável, inexplicável e bonito.

  • The Evil Noodles

    The Evil Noodles

    A humanidade vai ser devorada por uma grande massa de macarrão instantâneo frito com tempero ultraprocessado.

  • The Night of the Hunter

    The Night of the Hunter

    ★★★★★

    É um mundo difícil para os pequeninos.

  • Window Water Baby Moving

    Window Water Baby Moving

    ★★★★★

    Esse é simplesmente um dos filmes mais lindos que existem. É uma nova vida, os sorrisos, a água, o amor, um novo mundo.

  • Punch-Drunk Love

    Punch-Drunk Love

    ★★★★★

    O amor existe.

  • Where Is My Friend's House?

    Where Is My Friend's House?

    ★★★★★

    Quando eu era criança um dos meus maiores medos era me perder por aí e talvez seja esse um dos motivos pra que eu admire tanto a figura do Ahmad, porque ele é literalmente uma criança que não teve medo de se perder. Esse um dos filmes mais puros, inocentes e genuinamente sensíveis que eu já vi. É sobre emptia, sobre tempo, infância, persistência e com certeza sobre amizade. E sei lá, a beleza desse filme que sempre me faz concluir que o Kiarostami só precisa do simples pra construir filmes monumentais assim.

  • Dona Flor and Her Two Husbands
  • Portrait of a Young Girl at the End of the 60s in Brussels

    Portrait of a Young Girl at the End of the 60s in Brussels

    ★★★★★

    As sutilezas são o que dói mais.

  • No Home Movie

    No Home Movie

    ★★★★★

    Cheiro de casa, móveis de madeira, plantas em vasos. A luz que entra pela janela. Quadros pendurados. Tomar sopa com a mãe, enquanto conversa e ri sobre presente, passado, futuro na mesa da cozinha. Segurar uma câmera e pedir incessantemente que a mãe não durma, conte mais uma história. Mais uma história. Esse filme é um grande aperto no coração gravado em uma câmera digital.