RSS feed for Bruno

Favorite films

Don’t forget to select your favorite films!

Recent activity

All

Recent reviews

More
  • Beaubourg

    Beaubourg

    ★★★★★

    Agora descobriram este filme, e como não poderia deixar de ser falaram de Pascal, de história, de cultura, do presente eternizado (ou do passado presentificado), do tempo como movimento e do movimento como tempo (embora deva ser dito que o Rossellini trouxe a zoom pancinor para o cinema para isso mesmo, mas já nos anos 50 e desde o Viva l'Italia havia aperfeiçoado o seu uso com essa finalidade modulatória, então não entendo qual o espanto)... E nem dá para…

  • The Lady and the Duke

    The Lady and the Duke

    ★★★★★

    (...) Este filme, de uma originalidade extraordinária, demonstrou duas coisas. A primeira é que Rohmer é até o fim um cineasta inovador, capaz das mais audaciosas experimentações formais. A segunda é que ele era não apenas um homem fundamentalmente de direita, o que nós sabemos há sessenta anos, mas também um monarquista fervoroso. Deste modo, e eu estou pessoalmente convencido disso, a vanguarda artística e a tradição podem andar juntas e inclusive o fazem mesmo com frequência. - Michel Marmin…

Popular reviews

More
  • The Seventh Seal

    The Seventh Seal

    ★★★★

    Bergman é o realizador de quem se gosta muito quando se começa a ver filmes e de que desligamos numa fase posterior precisamente por o considerarmos introdutório e ostentador. Essa segunda fase é preconceituosa e passa com a idade. Bergman é soberbo. Falo pela experiência que passei.


    Li isto hoje. Expressa perfeitamente algo que constatei após rever O Sétimo Selo há dois anos, do que se conclui que 99% dos cinéfilos nunca saem da segunda etapa - e não apenas com o Bergman, mas nas suas concepções do cinema como um todo.

  • Mission: Impossible

    Mission: Impossible

    ★★★★

    Fodam-se os supostos 148 minutos de Domino e essa ideia "cinéfila", purista, monga, amorfa do "filme que é tão bom que poderia durar indefinidamente", que no frigir dos ovos é uma ideia anti-cinematográfica, portanto anti-depalmiana: os filmes são bons, ótimos, excelentes, sublimes, obras-primas especificamente naquela duração, com aquelas formas, com aquele aspecto e naquela composição, construídos e exibidos de uma maneira e não de outra. Foda-se isso tudo; vamos falar de algumas coisas que de fato importam.

    Você vai ver…