X-Men: Days of Future Past ★★★★½

Anos após os eventos de X-Men: O Confronto Final, o governo desenvolveu Sentinelas, robôs que caçam e exterminam mutantes, e a raça está ameaçada de extinção. Os X-Men remanescentes, conduzidos por uma reunião de Charles Xavier (Patrick Stewart) e Magneto (Ian McKellen), procuram uma solução para este problema, e encontram na habilidade de Kitty Pryde (Ellen Page) de enviar a consciência de alguém para o passado. O único capaz de suportar o processo é Wolverine (Hugh Jackman) que, então, vai para seu corpo em 1973 e precisa convencer os jovens Xavier (James McAvoy) e Magneto (Michael Fassbender) a lhe ajudarem a impedir Bolivar Trask (Peter Dinklage) a aprovar o Projeto Sentinela.

Com uma premissa extremamente ambiciosa e cerca de 20 atores creditados no elenco, a tarefa do roteirista Simon Kinberg e do diretor Bryan Singer me parece árdua, senão inviável. É com muita alegria que reconheço que a equipe técnica foi muito bem-sucedida e entrega um dos melhores filmes da franquia, com ação muito bem conduzida, evolução de personagens e diversão do início ao fim da projeção.

Um grande destaque fica para a direção de arte, que faz dois projetos completamente distintos: um ao conceber o futuro, o visual dos Sentinelas e do lugar onde a equipe os confronta; e outro ao recriar com sucesso os anos 70 na tela (reparem nas calças boca-de-sino e no bigode do Dinklage). O roteiro costura habilmente os dois tempos, embora o foco seja mais no passado, e apresenta uma trama coesa, com arco dramático bem definido.

O elenco está ótimo, com duas participações especialíssimas no final (e conseguiram me fazer sentir saudosismo, são duas escalações que eu gosto). Jackman não precisa mais se esforçar para ser Wolverine, e é caloroso rever os rostos marcados pela idade de Stewart e McKellen reprisando seus papéis de quase 15 anos atrás. Por outro lado, McAvoy, Fassbender e a Jennifer Lawrence dão novo fôlego à franquia.

No anúncio da trama, não fiquei empolgado por receio de se perderem na salada de personagens, mas após conferir o ótimo resultado, aguardo ansiosamente a próxima aventura dos mutantes na telona, ainda mais sabendo que lidarão com um de meus vilões favoritos, Apocalipse.

Report this review

Elvis liked this review